quinta-feira, 18 de abril de 2013

Ajudem o Nathan

Com muita dor no coração que eu escrevo esse post, mas tbem com esperança porque eu não posso imaginar uma dor maior que essa.

Ano passado, a professora Ariane descobriu que seu filho de 8 anos está com uma doença rara chamada Distrofia Muscular de Duchene . O Nathan está no quarto ano, é o típico menino anjo.

O que acontece que receber esse diagnóstico é receber a sentença de morte, porque além de não ter cura, o avanço da doença é rápido e a expectativa de vida é muito curta.

Como não poderia ser diferente a Ariane está em situação de desespero e choro sem fim, mal consegue trabalhar.

Bom, pesquisando eles descobriram um tratamento na Tailandia que parece revolucionário (não tenho muitas informações sobre isso) mas o custo do tratamento é CEM MIL REAIS. A Ariane entrou em desespero de novo. Como que uma mãe vai falar "não, não vou fazer é caro"? Impossível. Então por mais que a gente não tenha certeza de nada nesse tratamento lá na escola já começamos a juntar dinheiro.

As professoras fazem uma vaquinha mensal para ajudar nas consultas daqui que já são BEM caras.
Vamos fazer bazar, pastelada, mobilizando a cidade inteira, mas vamos combinar que 100 mil é coisa pra caramba, com salário de professor então...

Pior que ontem ele foi internado com fortes dores e muita febre..um horror...ele já está mancando.

Isso sem contar que ela vai ter que ficar com ele UM MÊS na Tailandia...

Então pessoal, quem puder ajudar com QUALQUER QUANTIA lá vai os dados:

BANCO: HSBC
AGENCIA: 0068
CONTA 002299-6

5 comentários:

Cami Goedert disse...

PRi vamos fazer o possível pra ajudar por aqui! Vou repassar a mensagem para amigos e familiares!

Beijos!

Flávia M. Augusto Sphair disse...

Pri, vou dar alguma colaboração pelo banco sim, mas... caso vcs façam algum tipo de bazar com coisas usadas em bom estado, tenho feito algumas limpas eu meu guarda roupa e armários pra arrumar o quarto do Mateus e doaria sem problemas pra ajudar vcs. Não sei ainda o melhor jeito de entregar pra vc, mas posso ir separando já tudo o que puder, me avisa!

Bjs!

Mariane Wehmuth disse...

Oi Pri... que tratamento é esse? Ele está em acompanhamento? Me passa direitinho, pra ver se é algo que vale a pena, e ver outras opções..

Bjos Mariane

Thais Martins Fernandes disse...

Pri, não tinha comentado ainda porque desde que li fiquei com o coração na mão, sem saber o que escrever! Como pode uma mãe ter que passar algo assim?! De qualquer jeito conversei com o Renan e vamos fazer uma doaçao pra ajudar! bjss

Anônimo disse...

Oi Priscila, sempre leio aqui... SOu de MG e na verdade mal dá tempo de ler com calma tenho 2 pequenos em casa, sendo que uma é bebezinha... mas como o assunto é sério quero falar. O filho de uma amiga minha de Governador Valadares tem a mesma síndrome mas o tratamento foi feito na China... ele descobriu pela internet um menino com a mesma doença de uma cidade vizinha, se fizer logo ele nao vai perder os movimentos da perna nao, pq esse de Ipatinga nao parou de andar! se quiser depois te passo mais informações... Que nosso Senhor o ajude e fortaleça essa família neste momento de luta... bjos Alyne (www.facebook.com/mommly)