segunda-feira, 11 de julho de 2016

Me espera, eu volto!

EU estou obcecada por essa música.
Eu sempre falo né que eu sou uma fã não escancarada da Sandy. Eu admiro, ela tem minha idade, cresci invejando-a admirando-a.

Essa música me toca pro-fun-da-men-te. O clipe é lindo, o violino, a locação, a casa, a delicadeza...me arrepia.

Mas pirando  analisando mais a letra me toca por trazer sentimentos que eu tenho:
"ainda estou aqui perdido em mil versões irreais de mim. Estou aqui por trás de todo caos em que a vida se fez"

Eu me sinto CONSTANTEMENTE perdida! Depois da depressão eu me perdi DEMAIS e é difícil demaissssssssss voltar. Eu sinto falta de mim mesma. Eu sinto falta daquela menina otimista acima de tudo e daquela sister que era movida de fé fervendo no sangue.

E aí vem essa parte:
"Mesmo quando me descuido
Me desloco
Me deslumbro
Perco o foco
Perco o chão
Eu perco o ar
Me reconheço em teu olhar
Que é o fio pra me guiar
De volta
De volta"

Porque a gente perde o foco, o chão, o ar, mas tem esse fio pra guiar a gente de volta:
- um grande amor, um companheiro que é quem te conhece e segura esse fio sensível que te mantém estável
- a fé no Salvador Jesus Cristo.

E aí a grande esperança:

-" Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu ainda estou aqui"

Onde eu estou eu não sei. Se eu volto a ser quem sou (ou se isso existe) não sei.
Mas eu li minha bênção patriarcal de novo.
E marquei retorno a terapia.

Com vocês, Sandy ft. Tiago Iorc: ME ESPERA! :






Eu ainda estou aqui
Perdido em mil versões
Irreais de mim
Estou aqui por trás de todo o caos
Em que a vida se fez

Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu que tanto me perdi
Em sãs desilusões ideais de mim
Não me esqueci
De quem eu sou
E o quanto devo a você

Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Mesmo quando me descuido
Me desloco
Me deslumbro
Perco o foco
Perco o chão
Eu perco o ar
Me reconheço em teu olhar
Que é o fio pra me guiar
De volta
De volta

Tenta me reconhecer no temporal
Espera
No temporal
Me espera

Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

Eu ainda estou aqui

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Antilope Island

Ano passado, as 5 professora contratadas para o programa de imersão ficaram em um Hotel durante a realização do AUDII, que é um treinamento para novos professores de Dual Language. No final do dia, nós sempre eramos mimadas conhecendo algum lugar legal. Esse foi o Antilope Island, é como uma grande praia regada pelo Lago Salgado.


 Achei mesmo muito legal. Utah foi colonizado pelos mórmons, membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimos Dias, minha religião,. A capital de Utah é Salt Lake City (Cidade do Lago Salgado) que leva esse nome por causa das águas salgadas da região.

 O Lago Salgado parece muito com uma praia mesmo. porque ele é imenso em extensão.
 Quando a gente foi tinha muitas pessoas na "praia".
Apensar de lindo, tenho que confessar que a água é suja, fedida em alguns pontos e quente. É um lago salgado, é estranho! kkkk. MAS É LINDO!


Estar morando em Utah ainda é, mesmo depois de um ano, uma coisa maravilhosa e assombrosa. Talvez porque nunca foi algo que eu planejei pra minha vida. Foi algo que aconteceu e foi muito rápido.

Eu sempre quis conhecer Utah porque é a sede da Igreja, porque eu estava aprendendo ingles, pq tinha aquele deslumbramento todo, mas morar aqui nunca foi um plano, uma meta e etc.

Primeiro porque eu sou "cagona". Nunca viria na aventura, do nada. Segundo porque nunca passou pela cabeça mesmo...passou uma vez quando tinhamos 2 anos de casados e logo passou pq nao teríamos condição nenhuma.

Mas as coisas foram acontecendo e a oportunidade encontrou a preparação e vamo que vamo!

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Professora de Português nos EUA

Finalmente eu vou parar um pouquinho aqui pra contar o que que eu faço nos EUA.

Eu sou professora de imersão de português.

O que isso significa?

Nos Estados Unidos a algum tempo existe um movimento de bilinguismo. Então em resumo do resumo do resumo, hoje os programas de imersão nos EUA começam no first grade (primeiro ano).

O programa chama-se Dual Language Immersion. Nesse formato de escola os alunos ficam 50% do tempo com o professor de inglês e 50% com a professora da língua escolhida. Em Utah tem immersao de Chines, Frances, Espanhol, Portugues, alemão e esse ano vai começar o Russo. Não vou e alongar nisso. Quem tiver interesse esse é o link http://www.utahdli.org/

Como é na pratica?


Eu sou professora do first grade. Meus alunos me chamam de Professora Prestes. Uma turma fica comigo de manhã. Meio-dia eles vão para a professora de inglês e eu recebo a outra turma. Eu sou responsável por ensinar, além de português, matemática, ciências e estudos sociais. Minha parceira do inglês ensina inglês, reforça matemática e revisa ciências.

Demonstração de Capoeira 
 E seus alunos são brasileiros?

NÃO! Esse ano eu tinha 64 alunos, desses 6 falavam português, todos os outros não.

Como você faz?

Bom. Eu só posso falar português em sala de aula. 100% do tempo, o tempo todo. Ensino com muitos gestos, muitas caras e bocas, musiquinhas e repetição.

E sabe o que acontece? Eles aprendem.
Texto escrito por um dos alunos 100% americanos
 No começo é um pesadelo. Eles não me entendem, eles choram, eles reclamam, eles adoram, eles se divertem, eles não entendem as regras...tudo ao mesmo tempo.

Depois de 2 meses eles finamente começam a entender o que eu estou falando e seguem alguns comandos.

Com 6 meses eles começam a falar.

No fim do ano eles estão criando frases e aí o ano termina e eles vão para o segundo ano e eu recebo uma turma nova que de novo não sabe nada de português.

Sim, eu tenho o emprego mais ingrato! kkkkkk

Meus passarinhos na apresentação.

 É incrível passar pela escola e conversar em portugues com os alunos dos outros anos. Eu fico impressionada com a capacidade de aprender dessas crianças.

Os programas de imersão aqui são bem sérios. Os alunos de imersão, não importa o idioma, costumam ter melhor desempenho dos testes. Minha parceira de inglês tem 18 anos de profissão e 3 como parceira de ingles de imersão. Ela disse que não sabe explicar neurologicamente o que acontece, mas os alunos do imersão dela nesses ultimos anos surpreendem ela e ela nunca teve um desempenho tão alto nos testes do governo.

Eu tenho muito orgulho de ser parte disso. Eu amo ver meus alunos cantando nossas músicas e valorizando a diversidade.

Nos próximos post vou contando mais.


Até mais. Beijinhos

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

10 incentivos para servir uma missão

https://www.youtube.com/watch?v=gBlSJzmBOyQ&feature=youtu.be

10 anos se passaram. 10 anos atras nesse horário eu acordava na casa do pres e sister Antunes para meu ultimo dia na missão. 10 anos depois 18 meses de ensinamento e aprendizado pulsam forte no meu coração e influenciam meu dia a dia. Fiz um video celebrando isso!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

25 fatos sobre mim



https://www.youtube.com/watch?v=0flnv3ru_fg

Olha. O mundo ta mudando e You tube eh o lugar.

Sim, temos um canal!

domingo, 24 de janeiro de 2016

Uma pequena Cronica sobre o Eric

Eric tem um tablet.

E ele eh muito muito bom nos jogos. E ele eh muito muito bom em baixar jogos do google play.

Estava eu semidormindo ontem a tarde. Eric chega:
- Mamae, escreva no tablet. O tablet ta rasgado (rasgado= estragado na lingua dele).

Eu fico pensando um tempo "porque raios o Eric quer que eu escreva no tablet se ele sabe muito bem onde ir para escrever"

Semi dormindo eu falo: 

- Ta bom Eric, a mamae arruma, mas voce tem que ir tomar banho.
- Ta bom.

Obedientemente, enquanto eu curto mais uns minutos de soneca, sei que o Eric juntou-se a Bianca na banheira.


Um menino pelado aparece ao lado da mamae:
- Mamae, pronto. Tomei banho. Agora escrever no tablet.
- Eric, coloca cueca e pijama e a mamae escreve no tablet.
Durmo. Acordo.
- Mamae, Eric colocou pijama agora escreve no tablet.

(Sim senhoras e senhores, ele achou o pijama e vestiu (ao contrario, mas vestiu sozinho)

Me rendo. Coloco o mantra "eu amo ser mae" e levanto me dando por vencida. O menino obedeceu cada comando sem reclamar da mae preguicosa.

- Ok Eric, o que voce quer que eu escreva?

Fui checar o que ele queria com "escreva no tablet". 
A SENHA

O Eric queria que eu escrevesse a senha para ele baixar um jogo pago.

Por que claro, sua mamae burrinha, que ele sabe escrever no tablet, que ele sabe tomar banho sozinha, que ele sabe colocar pijama sozinho, mas ele nao sabe a senha. Ele AINDA nao sabe a senha e se voce vai ficar ai "dormindo"  logo ele vai aprender a descobrir sozinho.

ACORDA MAMAE! Acorda e curte esse menino enquanto eh tempo!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Voce quer brincar na neve?

Dia 24 de dezembro eu recebi minha familia aqui em casa para o Natal. Assim que minha irma chegou, meu cunhado pegou as criancas e foram arrumar meu quintal da frente. 




Foi bem bunitinho ver todo mundo trabalhando. Tudo ia bem ate mais ou menos 8 horas da manha quando a neve comecou a cair DE VERDADE!!! Entao por volta das 9 da noite a mesmissima frente da casa estava assim:



Meu primo Well quando foi para casa teve que levar os filhos para o carro no colo com neve ate o joelho.


Coisa mais linda essa neve toda, Notem que era 3 horas da manha e estava claro.


Well tirando neve do carro.


Minha rua no natal, vista da minha varanda. Tudo branquinho branquinho.




Carro do Minaz, 3h30 da manha. Eles que levam 30min para chegar na minha casa demoraram 2 horas para chegar na casa deles. 


Sobre neve alguns pontos:

* Obviamente eu era muito curiosa para ver e sentir neve. Quando os primeiros flocos chegaram eu fiquei super feliz
* Da muito medo de dirigir no comeco, mas logo pega o jeito da coisa
* Sim, eh frio e gelado, mas aqui tudo tem aquecimento, nao da tempo de sentir frio.
* Quando a neve comeca a derreter eh uma meleca preta e molhada, iac. 
* Neve eh legal, se vc esta em casa. Trabalhando eh chatinho
* Estou pronta para o verao!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Luzes

Eu ganhei luzes de natal de uma familia da minha ala. 
Eram muitas caixas para colocar na area externa da casa. Mas a neve, a falta de escada e a preguica fizeram com que as luzes fossem colocadas...dentro da casa.


hehehe.
Mas sabe, no final ate que deu um efeito legal. Eu chamei essa rede de luz de "cantinho da self"
E essas luzes azuis na parede deram um efeito legal vendo de fora.


Aprender a "olhar fora da caixa" pode ser divertido!

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Thanksgiving

Eu estou a muito muito tempo sem escrever e eu quero fazer isso melhor. Eu decidi postar coisas que aconteceram nesses ultimos meses aqui. Mesmo que nao sejam muito atuais, pelo menos fica o registro.

Bom, fim de Novembro eh o feriado no Thanksgiving que eu acho lindo por sinal, reservar um dia para ser grato. Pois bem. Eu, minha irma e minhas primas Raquel e Phoenix decidimos nao fazer a tradicao americana, mas fazer uma tradicao da nossa familia: lingua ao molho (e pode torcer o nariz se quiser, nos amamos).

Tava tudo certo ate que na segunda-feira os adultos solteiros da minha Ala na Igreja deixaram um peru de 10 kilos na porta da nossa casa. DEZ QUILOS. Ai nao teve outro jeito, o peru nem caberia no meu freezer e decidimos entao que se eh para fazer a tradicao americana, vamos fazer tudo.

Meu peru ficou lindo. Eu acordei as 6 da manha para fazer o stuufing e colocar ele no forno. Eu separei a pele da carne e coloquei manteiga dentro. O peru aqui nao vem temperado entao eu deixei ele marinando 24 horas.


A Phoe trouxe os paezinhos daqui, saladas, torta de abobora e pudim de leite dela, que eh divino.


A Raquel fez pure de batata doce e pure de batata e um arroz divinooooo. A Dadi fez o molho branco, que nao eh tradicao daqui, mas nos amamos.


Fiz um gravy tbem.

O Well fez uma sparkilin lemonade que eu nao conseguia parar de tomar. E fatiou o peru profissionalmente.



Crianca educada eh outra coisa.





Eu e o Capis estavamos felizes em poder receber a familia em nossa casa. Em Irati nao tinha familia, em Curitiba nao tinha casa, entao foi muito muito bom receber tudo isso de gente na NOSSA casa. 




Convidei minha amiga Maely e familia tbem.


Sao tantas coisas incriveis para agradecer. As criancas de comportaram bem, brincaram bastante. Eu passei mal de tanto comer. As meninas limparam toda minha casa antes de ir embora. Uns anjos.

Foi muito muito bom!

Fotos: Quel Pimentel e Phoe

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Bianca na escola

Aqui em UTAH as criancas com algum comprometimento sao testadas e entram em um programa chamado Early Child Intervention (eu acho, esqueci o nome agora)


A Bibi passou por testes com varios especialistas que falaram o mesmo que a Dra Mariane falou no Brasil: baixo desenvolvimento para a idade. A Bibi nao tem diagnostico para autismo, mas o desenvolvimento dela eh mais lento que o esperado.


Entao ela comecou a pre-escola em uma escola da regiao. Ela estuda de terca-feira a sexta-feira de 12h45 a 3h30. O onibus pega ela aqui. No primeiro dia ficamos apreensivos pq ela ia sozinha no onibus e tal. Que que ela ia pensar neh?



Pois bem...a menininha entrou faceirita no onibus e quando desceu para casa chorou e chorou e chorou e chorou:
- Nao quero ir pra casa! Nao quero ir pra casa!

Pelo menos foi o que o Capis me contou....

Aff, essas criancas dao cada baile na gente. A Bibi ama uma farra entao eu nao poderia esperar menos dela!

Amo essa pretinha. 

Cortei o cabelao dela. Quando eu tiver fotos descentes eu mostro.