sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Querida Bianca

Querida Bibi

Vou escrever nesse post aqui para que vc possa ler no futuro toda a minha culpa e espero que esse sentimento fique aqui junto com essas palavras porque eu não vou mais carregá-lo comigo.

Quando eu vejo você hoje tão agarrada e tão minha grudinho, eu sinto que seremos grandes amigas e parceiras para uma vida inteira e me sinto tão grata.

O fato minha pequena, é que eu carrego comigo a culpa de ter sido uma péssima mãe para você.

 Quando você veio a Terra, uma grande provação nos sobreveio e meu coração estava magoado e angustiado sem saber o que meu filha tinha de "errado". Apenas uma semana depois de vc chegar, o Eric fez o exame audiométrico que garantia que a audição dele era perfeita e a suspeita do autismo chegou no meu coração.
Eu simplesmente não tinha forças. Nos seus primeiros meses você teve uma mãe triste. Eu fiz o que eu precisava mas eu sinto tanto em não ter sido mais paciente. Não conseguia amamentar, tinha medo de fazer errado, tinha medo de te dar o NAN sem que fosse o certo, sem a médica mandar, eu tinha medo de errar com vc, pq no fundo eu achava que tinha errado em algo com o Eric. Eu estava sofrendo e vc estava lá, mas saiba que eu nunca, nunca me arrependi de ter te trazido a Terra tão pertinho do Eric, porque era meu desejo e assim aconteceu.
 Você foi crescendo e se tornou uma bebê muito chorona, muito braba, mas hoje eu vejo que o problema nunca foi você. Como eu poderia nina-la mais se mal conseguia sair da cama. Eu sinto culpa por vc ter sentido a minha depressão sem merecer. Me perdoe por vc nao ter fotos melhores, registros melhores e mais memórias em diários desses que as mães fazem.
 Mas eu sou grata minha linda. Você foi crescendo e sendo a melhor coisa que poderia ter acontecido ao seu irmão. Com você e por você ele aprendeu a repartir, a rir, a fazer graça, a te fazer rir, a brigar.
 Por você ser especial, ele se tornou um menino especial. Você trouxe o amor e a sociabilidade que ele precisava, você me trouxe um mundo rosa, de lacinhos, chiquinhas e cachinhos para eu cuidar.
 E eu mais uma vez sofri. Sofri com a ideia de que você pudesse desenvolver autismo. Te observei, fiz testes, chorei inúmeras vezes de medo e pavor. Tive dúvidas, tristeza, tentando buscar em mim forças para, se necessário, conviver com o autismo de novo.
Esse mês minhas dúvidas finalmente foram embora, mas eu sei, que se se confirmassem eu te amaria igualmente e imensamente.
Hoje você está com 1 ano e 10 meses e eu te amo mais do que eu poderia imaginar. Você me procura o tempo todo. Se está acordada está me rodeando. Se estou deitava você de aninha em mim, se estou cozinhando vc está mexendo nas gavetas, se estou sentada você quer colo e a minha maior alegria é finalmente ter um coração em paz para poder fazer TUDO QUE VOCÊ QUER. 

A lição que eu aprendi minha filha, é que não importa a provação, o tamanho e a profundidade, o tempo longo ou não, não importa a provação, ela vai passar e o Senhor VAI te abençoar. Sinto muito, muitíssimo por não ter sido melhor para você quando você precisava tanto do meu colo, mas hoje eu quero que saiba que eu faço o melhor que eu posso.

Eu adoro te dar todo o colo do mundo. Nós gostamos de brincar juntas e brincamos muito. Você não gosta de fazer chiquinhas e reclama, mas fica tão linda que eu não resisto. Você não gosta de entrar no banho, mas chora para sair. Você é MUITO engraçada e eu e o Capis nos matamos de rir com as suas gracinhas.
Você gosta de bolsas e mostra que é uma mocinha. Você tbem adora carrinhos pq sempre brincou com os do Eric, mas se encanta quando brinca com a minha boneca Bibi que eu tenho desde pequena.
Você grita e bate o pé quando o Eric tira seus brinquedos ou quando não fazemos o que você quer.
Você gosta da galinha pintadinha e do Patati Patatá. Você é muiiiiiito sossegada. Você tem uma boneca de pano que a mamãe fez que é horrorosa, tanto que eu e o papai a chamamos de "vudu da bianca", mas vc ama esse vudu e quando a pega imediatamente chupa o dedo.
Você gosta de correr, de pular, de cócegas e de colocar sapato.
Você fala pouco e com voz grossa: pato (sapato), cáaai, senta, boca, papai, tchau, ssiá (passear) alô, papá, auau, uco, tá, dá...e não me chama de mamãe, mas tbem não me larga. Volte e meia vc fala algo que pedimos.
Você conta até 10. É a coisa mais fofa e gostosa do mundo. Seu numero preferido é o "cuato".
Você completa as musiquinhas do sapo e sou um filho de Deus.
Você não deixa a vó Rosana em paz quando estamos lá. Você a persegue onde ela vai, risca todos os caça-palavras dela e gosta de dormir com ela. Acho fofo demais.
Você tem uma melhor amiga na creche. O nome dela é Gabi e vcs são a famosa dupla "gabi e bibi".
Você adora tecnologia: televisão, computador, tablet e telefone é com vc mesmo. Puxou aos pais viciadinhos.
Você ADORA suco. As vezes eu tenho que esconder as suas mamadeiras porque senão vc vai pedir pra eu enche-las o dia e a noite inteira.
Você adora fósforos. Nunca vi igual.
Você come de tudo e o tempo todo, seu apelido aqui em casa é "não nega nada", até remédio é facil te dar, Conversaremos sobre isso no futuro. kkkk Você adora beterraba, chuchu e tomate e não dispensa uma boa fruta. Mas as vezes só quer comer carne.
Você não toma água e cospe sempre que eu tento de dar.  Você faz um som muito engraçado quando está empolgada, prende a respiração e faz um Ã, ÃM. bem rapidinho e bem engraçadinho.
Você sapateia quando está braba. Você mexe no meu cabelo e chupa o dedo com a mesma mão. Acho isso uma arte.
Você segura o lápis bem certinho e desenha. Eu acho muiiiito fofo. Você topa minhas aventuras montessorianas. Você se comporta no mercado e na rua quando passeamos (por enquanto eu sei).
Você é paciênte com o Eric na maioria das vezes e adora brincar de correr e pegar com ele e de pular de um sofá para o outro. Você adora ficar na janela com ele, olhando a rua, pendurada na grade. 
Cada vez que vc me encontra, me dá um sorriso enorme que me derrete por inteira e não canso de me  emocionar e por essas e outras que eu te amo imensamente e prometo dar o melhor de mim pra você.


5 comentários:

Ingrid disse...

Que lindo isso tudo! Voce, o teu amor, essa princesa, a tua familia, Pri.
Obrigada por compartilhar essa cartinha, assim conhecemos a Bibi melhor!

Beijo!

Thais Martins Fernandes disse...

Poxa Pri, vc escreve um post destes e nem pra avisar as gravidas que este post eh proibido para as gestantes?!?! Saiba que vc entrou na lista das pessoas que ja me fizeram chorar na gravidez! Ehheeh. Se bem que eu acho que isso nao eh a primeira vez que acontece lendo seu blog!
Prii soh queria que a Bibi soubesse ler e pudesse ler tudo isso e falar, "mae vc eh tão perfeita! Como q vc nao sabe disso???"

Violet Shibuta disse...

Consegui sentir a sua emoção!!! Você escreve muuuito bem Pri!!!
E tenho certeza que um dia a Bibi vai ficar muito feliz e poder ler o que você escreveu!!!

Beijaoo

drika disse...

não importa o que a gnt faça para evitar as provações... elas vem! e nessas vezes, não podemos poupar quem está mais perto.
com certeza a bibi vai aprender muito com esta fase. afinal, esta fase dificil, fez com que ela tivesse esta mãe sábia, amorosa, atenciosa e forte que ela tem hoje. e calma! um passo de cada vez, um dia melhor que o outro e assim vai! amo vc conte comigo e com nosso amor por essa fofa! beijos

Phoenix Luz-Costa disse...

Puxa Pri, que carta mais linda! Me emocionei tambem pensando em quao maravilhosa voce eh, quando linda eh a Bibi e quando especial voces todos sao! Os Amo bem grandao ASSIM!!! bjos, Phoe.