sábado, 14 de junho de 2014

Enchente 2

Uma menina que eu tenho no face (tenho mta gente no face que eu não conheço por conta de ser professora)  contou a historia da amiga dela que teve a casa invadida pela enchente quando saia para a maternidade. 

Tudo que a Cris tinha preparado para a chegada do Vitor, assim como todos seus movéis, roupas, alimentos, tudo, foi atingido pela enchente. O marido dela estava trabalhando em Ctba no momento e, como aconteceu comigo, não pode voltar para Irati.

 A amiga da Cris, fazia um apela pedindo roupas de bebe (pelo menos). Eu não tinha roupa de bebê, mas desejei presenteá-la com fotos do menino.
 Hoje eu fui lá. Foi muito triste. A casa foi atingida de água até as janelas. A casa é simples e de madeira e está tudo preto de bolor. O chão aparenta umidade. No quintal os sofás, a cama box, muitas roupas e sapatos, tudo muito cheio com muita lama. Foi de cortar o coração. Tive que me segurar e seguir em frente. Ela ganhou já berço, cama pra ela, sofá usado, roupas e fraldas para o bebê, carrinho da provopar. Nem brinquedos a Duda tem mais...foi tudo pelo rio. A gente vê essas coisas na T.V., eu mesma tive a minha casa alagada, mas estar lá e ver de perto foi bem difícil. Para ajudar não tem água na casa ainda e a mãe da Cris teve que ir ao rio buscar água de balde para tentar tirar a lama da casa. Ficou nesse ir e voltar 3 dias.

Mas enfim. A sessão foi uma delícia e conseguimos fazer muito com improviso lá na casa dela mesmo. O pai conseguiu um subemprego qquer aqui, mas pelo menos está perto. O menino não dormia de jeito nenhum, mas tbem não chorava. Não sou boa em New Born e não sabia o que estava fazendo, mas me senti agradecida de estar lá aprendendo com eles o que é perseverar sem reclamar.

E você pensa que eles estavam lá tristes e arrasados com tudo o que aconteceu? NÃO! A Cris estava só sorrisos, a Duda se divertindo no barro do quintal, a vó limpando e ajudando aqui e alí, o pai vindo do trabalho e indo ao mercado (o bebe fez cocô nele enquanto tiravamos foto, foi muito engraçado).

Saí de lá bem envergonhada de tudo que eu reclamei do que ME aconteceu. Agradecendo ainda mais todo o sacrifício que o Capis fez para limpar tudo aqui sem mim.



3 comentários:

Ingrid disse...

Nossa, como tem pessoas que passam por provações maiores que a nossa.... Hoje meu dia foi triste demais por uma amiga que perdeu o Bebeziinho nas vésperas do primeiro aniversário..... (Postei no Instagram)

As fotos ficaram bem bonitas! Amei!

Beijos.

Flávia M. Augusto Sphair disse...

A gente não pode reclamar de nada né... que família linda!

Pri, se você voltar pra cá logo, e vê-los novamente, eu poderia mandar algumas roupinhas pra eles com prazer. Não sei o quanto eles já tem agora, mas não consigo imaginar eu perdendo todas essas coisas geralmente compradas e guardadas com tanto carinho! Se souber que eles precisam, me avise!

Bjs!

Violet Shibuta disse...

As fotos ficaram lindas Pri!